Banners

terça-feira, 21 de outubro de 2008

Marcelo Campos

Marcelo Campos começou a trabalhar profissionalmente com histórias em quadrinhos, ilustração e animação em 1984. Seus primeiros trabalhos foram publicados pela extinta editora Maciota. Ingressou na editora abril em 1986, como assistente de arte.

Em 1987 trabalhou em um estúdio de animação, onde foi clean-up, intervalador e animador de alguns episódios dos desenhos animados dos Smurfs, Flintstones da Era Dourada e Snorkels da Hanna-Barbera. Neste período também foi desenhista e roteirista de revistas de histórias em quadrinhos da Xuxa, Faustão, Sérgio Mallandro, Gugu, Angélica, He-Man, Bravestar e Centurions para as editoras Abril e Globo, e ilustrou caixas de brinquedo para a série Comandos em Ação. Entre 1988 e 1989, foi editor de arte da Abril.

A partir do Agosto de 1989, Campos trabalhou para o mercado norte-americano de histórias em quadrinhos, passando por várias editoras e títulos até Fevereiro de 2005. Neste período foi desenhista das revistas:

- DeathWorld, Retief e Dollman para Malibu Publishing.
- Death Race 2000 para a editora Cosmic Comics.
- Darkstars, Extreme Justice, Bloodpack, Guy Gardner e Justice League America para a editora DC Comics.
- 2099 A.D., Journey Into Mistery, Iron Man, Uncanny Origins e Marvel Adventures para a editora Marvel Comics.
- The Mask para a editora Dark Horse.

Também foi arte-finalista de Octavio Cariello em Green Lantern (DC Comics), Roger Cruz em Darkness (Image Comics), Ivan Reis em Lady Death (Crossgen Comics), Action Comics, Green Lantern, Legion Of Super-Heroes e Teen Titans (DC Comics) e John Byrne em Action Comics (DC Comics).

No Brasil teve suas próprias HQs publicadas na revista Metal Pesado (com o personagem autoral Nego DiBranco). Como sócio da Editora Volt, publicou a revista Alta Voltagem, com o personagem Foice Negra, criado pelo amigo George El Khoury Andolfato, M – Deathless e Wardjan, criado pelo amigo Leandro Luigi Del Manto e pelo próprio Campos.

É criador do personagem Quebra-Queixo, publicado pela primeira vez em 1992 pela editora Vidente, na revista Pau Brasil. Campos publicou este mesmo personagem também pelas editoras Brainstorm e Devir Editora, onde ainda produz a série de álbuns Quebra-Queixo Technorama. Com este personagem Campos ganhou, desde então, cinco prêmios Ângelo Agostini como melhor desenhista e roteirista, dois prêmios HQMix de melhor revista de ficção, e dois prêmios Comix de melhor desenhista e melhor revista de aventura e ficção.

Ilustrou para revistas como Playboy, Veja, Exame, Marie Claire, Época, entre outras. Além de trabalhar para editoras de livros didáticos, para-didáticos, literatura e jornal (Folhateen – Folha de São Paulo). Trabalhou também para as maiores agências de publicidade do país na área de storyboards.

Em 1997 fundou em sociedade com Jotapê Martins, Roger Cruz, Octavio Cariello e Rogério Vilela, a escola/estúdio Fábrica de Quadrinhos, onde dirigiu o estúdio da Fábrica até 2003. Lá, além de continuar ilustrando para as principais revistas do país, e fazendo storyboards, foi desenhista de produção da série As Aventuras de Tiazinha para a TV Bandeirantes, um dos diretores do videoclipe em animação da música Os Cegos do Castelo, da banda Titãs, ilustrou capas de CDs para a gravadora Trama, Warner Music e Abril Music, e publicou seus personagens Cão & Gata no primeiro álbum da Fábrica de Quadrinhos.

Fundou em 2003 a Quanta Academia de Artes.

Desde 2005 Campos tem se dedicado exclusivamente a Quanta Academia de Artes, e lançou seu primeiro álbum autoral no fim de 2006; Talvez Isso - pela editora Casa 21.

Mande uma mensagem para Marcelo Campos através do e-mail :
marcelo@quantaacademia.com

3 comentários:

  1. Anônimo4:36 AM

    trabalho com desenho so graffitero e gosto de artes meu com tato é garibab.boy@hotmail.com facebook

    ResponderExcluir
  2. Anônimo10:35 PM

    Com tato??? UEAIHEAIUHAEIUAEHIUA

    ResponderExcluir
  3. Um maravilhoso perfil profissional, com certeza o Marcelo deve ser ótimo professor e excelente pessoa. Gostaria muito de conhecê-lo pessoalmente na Quanta quando for estudar lá. Abraço!

    ResponderExcluir