Banners

segunda-feira, 14 de julho de 2014

DICA DA QUANTA – EGON SCHIELE

Em 12 de junho de 1890, nascia na Áustria um dos artistas mais influentes de uma enorme lista de pintores, ilustradores e desenhistas.. Egon Schiele.

Em 1906, logo após a morte de seu pai, Schiele ingressou na Akademie der Bildenden Künste, em Viena, onde estudou desenho e pintura. No ano seguinte, conheceu outro gênio... Gistav Klimt, que tornou Schiele seu protegido e influenciou e promoveu muito seu trabalho.

Em 1908, Schiele cria o grupo Neukunstgruppe (grupo nova arte), estava ansioso por experimentar e criar, e muito insatisfeito com o estilo e métodos conservadores da academia... Sua vida mudou completamente. Se envolveu em todo tipo de experiência procurando uma espécie de liberdade artística que se estendia também para seu comportamento na vida pessoal. Esse comportamento pessoal é facilmente visto na obra dele... O desafio de mostrar o que temos dentro de nós.

Schiele é um dos maiores nomes do expressionismo austríaco... Não conheço nenhum desenhista ou pintor que quando mergulha mesmo no estudo da forma e da cor, não tenha passado um tempo absolutamente mergulhado nos trabalhos de Egon Schiele. É incrível ver como o movimento, as posturas torcidas, transfiguradas, deformadas passam o sentimento dos personagens que ele desenha... são torturados e livres ao mesmo tempo. Você sente angústia, coragem, força, fraqueza.. tudo em posturas... Os trabalhos de Schiele sempre me lembram dança, dançarinos... são posturas dinâmicas e fortes, mesmo paradas... Os lençóis que desenha, as mulheres e os autorretratos são fortes, provocativos, desafiadores... Mesmo quando vemos suas paisagens e casarões pescamos algum tipo de estudo humano, comportamental, social... Tudo que vi dele me soava como uma crítica ou no mínimo uma crônica ao que é ser humano. Um artista de mão cheia mesmo... e se você não conhece, está perdendo tempo!











Nenhum comentário:

Postar um comentário