Banners

terça-feira, 23 de maio de 2000

Saíba mais com o Qi Educação # 02 - 23/05/2011

Tivemos várias atualizações no QI Educação este mês, novas ilustrações de Tainan Rocha e muitos textos.

Para quem ainda não conhece, o QI Educação é o projeto da Quanta Academia que visa proporcionar gratuitamente textos didáticos e paradidáticos acerca das mais variadas disciplinas escolares nas áreas de ciências humanas, exatas e biológicas.

Abaixo você pode conferir as últimas ilustrações e textos postados. Para ler o texto na integra e conhecer melhor o Q.I. Educação basta clicar em algum título abaixo.


Todo livro ou curso de biologia que se preza se inicia com uma discussão sobre o que é biologia. A resposta é sempre a mesma: biologia é o estudo da vida. E segue a explicação sobre a origem grega do termo: bio = vida; logos = estudo. E passamos então alguns bimestres ou semestres de nossas vidas estudando a própria vida.


A citologia é o ramo da biologia que trata do estudo da célula e suas funções bioquímicas entre outras. Suas origens remontam à primeira descrição celular feita por Robert Hooke em 1665, mas somente um século depois com o aperfeiçoamento do microscópio é que a citologia pôde se desenvolver. A célula é a menor unidade morfológica dos seres vivos que possui todas as características fundamentais à vida.


Antes de verificarmos as características do modelo atômico aceito pela comunidade científica nos dias atuais, vamos fazer um breve passeio pela história do átomo e entender como este conceito evoluiu ao longo do tempo. Dificilmente se faz uma viagem na história da ciência sem dar primeiramente uma passadinha na Grécia antiga e é para lá que vamos nos dirigir agora.


1, 2, 3... 10! Lá vou eu!
Todos nós iniciamos nosso contato com o mundo dos números de uma forma lúdica, lá por volta dos dois ou três anos de idade. Quando uma criança aprende a contar até 10 pela primeira vez, o sentimento dela é de uma grande conquista intelectual semelhante ao que o jovem Einstein sentia ao desvendar os segredos da Física no escritório de marcas e patentes. Aprender a contar até 20, sem dúvida, é a consagração de um grande gênio e aí de quem não tecer elogios a essa façanha de uma criança!


O Humanismo preparou terreno para o desenvolvimento de um período que se consagrou como um dos mais férteis da cultura ocidental: o Renascimento. A ruptura com o passado recente (o obscurantismo da Idade Média) é promovida por uma nova concepção de história, que vê na antiguidade clássica o momento de maior esplendor das civilizações.


Nenhum comentário:

Postar um comentário