Banners

quarta-feira, 15 de maio de 2013

DICA DA QUANTA: EXPOSIÇÃO DETALHA HQ BRASILEIRA DO SÉCULO 21 no SESC BELENZINHO





Mostra inédita revela quais são os expoentes da produção nacional contemporânea.

Abertura será em 15 de maio e integra programação especial sobre quadrinhos.

Uma exposição inédita se propõe a explicar o atual cenário de histórias em quadrinhos do país. HQBR21 – O Quadrinho Brasileiro do Novo Século detalha quais são as principais obras e autores que surgiram a partir dos anos 2000. A organização é do Sesc Belenzinho, em São Paulo, onde será realizada a mostra. A abertura será no dia 15 de maio.

A mostra irá apresentar originais de histórias que, apesar de recentes, já se tornaram clássicas na área, algumas delas também no exterior. Vai destacar também as que mais repercutiram no meio virtual e as principais publicações alternativas do país, nunca antes reunidas num mesmo espaço. A visitação é gratuita.

Os trabalhos serão divididos em três eixos, pensados para explicar de forma didática esse novo momento vivido pelos quadrinhos adultos no Brasil. O primeiro irá se centrar nas narrativas mais longas, em formato livro, que o meio editoral costuma chamar de romance gráfico ou novela gráfica. Entre os originais da mostra, há páginas e esboços de Lourenço Mutarelli, Marcelo Quintanillha, Lelis, Gabriel Bá, Fábio Moon, Rafael Coutinho, Danilo Beyruth e Gustavo Duarte.

O segundo eixo irá mostrar o altíssimo volume de publicações independentes realizadas no Brasil nos últimos anos. Criadas em diferentes estados do país, de Pernambuco ao Rio Grande do Sul, passando por São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro, elas foram a forma que muitos autores encontraram para se inserir no mercado de quadrinhos nacional.

O terceiro eixo da exposição irá mostrar a revolução que o meio virtual trouxe para a circulação de quadrinhos no Brasil, em particular para as webtiras. Hoje, o maior volume de tiras criadas no país está nos sites, blogs e redes sociais, e não mais exclusivamente nos cadernos de cultura dos jornais. Nomes como André Dahmer, Allan Sieber e João Montanaro se popularizaram justamente pelas novas mídias.

HQBR21 – O Quadrinho Brasileiro do Novo Século poderá ser visitada até 11 de agosto e integra uma programação maior, dedicada às histórias em quadrinhos. Os organizadores planejaram uma programação que inclui palestras, oficinas e espetáculos com autores e profissionais da área. No final da visita, o público poderá ler no próprio local todos as obras destacadas na mostra.

A curadoria da exposição é do Núcleo da Imagem e da Palavra do Sesc Belenzinho e do jornalista e professor universitário Paulo Ramos. O planejamento do espaço da mostra é da arquiteta Marta Bogéa.

SERVIÇO
HQBR21 – O QUADRINHO BRASILEIRO DO NOVO SÉCULO

Quando: de 16.05 a 11.08 (Abertura dia 15/05, às 20h)
Horário: das 10 às 21h (de terça a sábado) e das 10h às 19h30 (domingos e feriados)
Onde: Sesc Belenzinho, em São Paulo
Endereço: rua Padre Adelino, 1.000
Quanto: de graça
Obs.: recomendado para maiores de 16 anos

ATIVIDADES PARALELAS
Bate-papo - Marcello Quintanilha
O quadrinhista brasileiro Marcelo Quintanilha, autor do álbum Almas Públicas, conversa com o público a respeito de sua trajetória, da criação em quadrinhos e da novela gráfica Sábado dos Meus Amores, lançada em 2009 e integrante da mostra HQBR21 – O Quadrinho Brasileiro do Novo Século. Galpão.

Não recomendado para menores de 16 anos
Grátis.
Dia 16/5. Quinta, às 20h.

Espetáculo: A Noite dos Palhaços Mudos
Com La Mínima. Espetáculo criado a partir da história em quadrinho de Laerte. Uma seita não suporta a irreverência e o humor dos palhaços, passando a persegui-los e culminando com a crueldade de extirparem o nariz vermelho de um dos personagens. Com jogos de luz e sombra, comicidade física, a lógica do absurdo, truques de mágica e números musicais, o espetáculo funciona como uma crítica às pessoas que são preconceituosas em relação à legitimidade da arte do circo.

Texto: Laerte. Adaptação e Roteiro: La Mínima e Álvaro Assad. Colaboradores: Paulo Rogério Lopes e Fábio Espósito. Direção e Preparação Mímica: Álvaro Assad. Cenografia: La Mínima. Figurinos: Inês Sacay. Adereços: Maria Cecilia Meyer. Iluminação: Wagner Freire. Música Original: Marcelo Pellegrini.

Assessoria Técnica deMagia: Volkane. Supervisão Geral: Domingos Montagner e Fernando Sampaio.
Duração: 55 minutos. Teatro.
Ingressos à venda pela rede INGRESSOSESC a partir de 01/05, às 14h: R$ 8,00 (inteira); R$ 4,00
 (usuário matriculado no SESC e dependentes, +60 anos, estudantes e professores da rede pública de ensino). R$ 2,00 (trabalhador no comércio e serviços matriculado no SESC e dependentes).

Não recomendado para menores de 12 anos

Dia 23/5. Quinta, às 21h.

ESTACIONAMENTO

Para atividades gratuitas:
R$ 6,00 (1ª hora) + R$ 1,00 (p/hora) - (não matriculado)
R$ 3,00 (1ª hora) + R$ 1,00 (p/hora) - (matriculado no SESC - trabalhador no comércio de bens, serviços e turismo/usuário)

SESC Belenzinho – Assessoria de Imprensa
 Jacqueline Guerra: (11) 2076-9762
 Sueli Freitas: (11) 2076-9761
 imprensa@belenzinho.sescsp.org.br
 SESC SP | Facebook | Twitter

Nenhum comentário:

Postar um comentário