Banners

terça-feira, 1 de setembro de 2009

Dicas de Desenho da Quanta - Estrutura de Desenho IV

Continuamos a falar sobre o uso de figuras geométricas simples na construção de figuras, como elementos de manutenção do controle das proporções.

No exemplo abaixo, usamos uma ampulheta como analogia gráfica à anatomia do tronco e cintura do corpo feminino. É comum desenhistas se inspirarem em formas existentes como base para a estruturação de uma figura humana. Em animações como Hércules, Mulan e Tarzan (Disney), artistas sempre usaram como base estas formas para entenderem melhor como a estrutura de cada personagem funciona. Podemos codificar graficamente o elemento ampulheta para dois triângulos e construir a anatomia sob estes elementos. Assim sempre que formos desenhar esta personagem, usaremos este código gráfico.



Você pode usar um trapézio invertido como base para a construção do tronco de um super-herói masculino, um quadrado como base para criar seu abdômen e, novamente, um trapézio para a virilha e quadril.




Não siga à risca a figura geométrica; se você prestar atenção ao desenho em que usamos os triângulos para construir o corpo feminino, verá que o triângulo está ultrapassando os limites do quadril.

A figura geométrica é usada apenas como base para se manterem as características físicas – muitas vezes exageradas – dos personagens, como no caso dos grotescos vistos na ultima dica de desenho. Você deve dosar a colocação das massas de maneira a obedecer às proporções. Com tempo e prática, você vai começar a sentir quando as proporções não são as adequadas para seu estilo, seja ele qual for.

Aos poucos você vai conseguir entender estas proporções e ficará mais à vontade para tentar posturas mais dinâmicas. Uma das maneiras de você manter estas proporções é também trabalhar com blocos. Mas isso em uma etapa posterior aos exercícios das figuras geométricas simples. E nunca esqueça o Jeremias... Ele sempre será uma ferramenta importantíssima no inicio da estruturação da figura.

Observe, nestes exemplos, uma das maneiras de estruturação através de blocos. Eles se parecem com esses modernos bonecos de ação, cheios de pontos de articulação. Vá construindo cada bloco, encaixando um no outro. Estes encaixes são importantes, principalmente em momentos em que partes do corpo estejam em perspectiva.





Veja como também usamos o recurso da transparência na construção dos personagens. Ela permite que o desenhista saiba exatamente onde estão os encaixe (ex; braço com tronco, braço com antebraço, mão com antebraço) e também manter as proporções de qualquer segmento do corpo que em algum momento do movimento esteja passando por trás de um outro segmento... Como o braço sobre o tronco, ou o tronco sobre o braço e uma perna que está atrás de outra.

Este tipo de exercício é muito importante principalmente quando se fala em DINÂMICA DE MOVIMENTO, quando os personagens estão em posturas de ação, etc. Mas este é um assunto para a próxima dica de desenho da Quanta.

ARTES DESTE DROPS – MARCELO CAMPOS

Conheça nosso Curso de Desenho

Dicas de Desenho da Quanta - Estrutura de Desenho I

Dicas de Desenho da Quanta - Estrutura de desenho II

Dicas de Desenho da Quanta - Estrututura de Desenho III - Desenhando o Hulk

Dicas de Desenho da Quanta - Estrutura do desenho Parte V

Dicas de Desenho da Quanta - Estrutura do desenho Parte VI

Um comentário: