Banners

sábado, 6 de setembro de 2008

Passo a Passo Desenho de robôs: Desenho, Cores, Luz e Sombra, Profundidade eTextura.

Olá povo, meu nome é Davi Calil e eu sou professor dos Cursos de Desenho e Pintura e Ilustração na Quanta Academia de Artes.

Montamos o post de hoje com um "passo-a-passo" de uma ilustração que eu fiz para o blog TNT, blog onde ilustradores (profissionais e amadores) postam seus trabalhos de acordo com temas específicos e mudam a cada três semanas.


Passo 01 - Desenho.

O tema da vez é "Robô". Comecei pensando numa cena para desenhar... Essa parte é muito pessoal porque cada um é livre pra escolher o foco que quer dar a respeito do tema. Eu ouvi um audiobook sobre arqueologia recentemente e fiquei influenciado pelas idéias de descobertas arqueológicas etc...

Desenhei as figuras direto no photoshop (com uma tablet wacon) com a idéia de obter a maior profundidade possível. Distribuí os personagens pela cena colocando um em primeiro plano e fui diminuindo até chegar nas silhuetas do fundo... Adicionei alguns personagens em volta da cabeça do robô para aumentar a sensação de que ele é gigante.


Passo 02 - Cor Base.

O desenho foi feito todo em um layer. Criei um novo layer e passei para o modo multiply. Apliquei uma base com a ferramenta gradiente do Photoshop com uma passagem do amarelo para o laranja. Muitos artistas preferem trabalhar com muitos layers abertos ao mesmo tempo. Geralmente eu opto por achatar as camadas, e trabalhar com no máximo dois layers. Ao longo do processo, em alguns momentos, eu crio diversos layers, mas assim que a etapa está concluída eu volto a achatá-los para deixar o arquivo mais leve e usar o brush sobrepondo as camadas. Trabalhei uma cor meio azulada no robô para criar um pouco mais de contraste com o laranja, afinal, o tema da composição é “robô” e ele merece algum destaque.


Passo 03 - Cores Primarias.

Marquei as primeiras áreas de luz e sombra e comecei a entonar a cena. Repare que no segundo passo as cores estão mais puras, e nesta etapa do processo existe uma subdivisão das cores, em vários tons de amarelo, laranja e um tom um pouco rosado no céu. Daqui para frente o foco vai ser compor o clima e a profundidade em função do contraste das cores: os amarelos e laranja em contraste com o azul do robô.

Separei o céu das montanhas e busquei dividir as cores para que tirar aquela fusão uniforme do gradiente do photoshop. Eu procuro trabalhar com o brush o máximo possível, evitando seleções e filtros.

Passo 04 - Luz e Sombra.

Nesta parte do processo decidi entonar as áreas de sombra para o violeta, criando assim um contraste com as áreas de luz que estão entonadas para o amarelo. Isso é o roxo da sombra tornou o amarelo da luz mais evidente.

O trabalho de refinamento das silhuetas dos personagens também é muito importante, e leva um tempo considerável, porque vou trabalhando as formas e os detalhes mais sutis ao longo de todo o processo.

Passo 05 - Profundidade.

Existe uma "regra" que nos ajuda na obtenção da profundidade na cena que consiste em tirar a saturação dos elementos que estão no fundo e saturar os elementos que se encontram em primeiro plano para criar uma sensação de profundidade mais consistente. Isso é, rebaixei (clareei) o céu e as montanhas e acinzentei um pouco o fundo... em seguida coloquei um pouco mais de vermelho e amarelo nos personagens da frente. Decidi colocar também mais um personagem na cena (canto superior direito) junto de uma pá, porque achei que daria mais equilíbrio com as silhuetas do canto oposto em termos de composição.

Passo 06 - Texturas.

Para finalizar, juntamente com os contrastes finais eu trabalhei algumas texturas (feitas no brush do photoshop, não importei nenhuma imagem). Trabalhei ferrugem na lataria do robô e alguns contrastes com branco na areia, na seqüência coloquei um pouco de preto no primeiro plano e nas áreas mais profundas de sombra e alguns novos elementos à cena. Mudei o personagem que está puxando uma corda na beira do penhasco (inclinei o corpo dele para trás para aumentar a sensação de que ele está se esforçando... Com o corpo inclinado para a frente isso não ficava tão nítido) e criei uma camada de montanhas para sobrepor as do fundo e dar mais profundidade à cena.


DAVI CILIL

Conheça o nosso CURSO DE DESENHO.

7 comentários:

  1. Muito bacana ver todo esse processo da ilustração, pois fica muito fácil se perder e esquecer de detalhes importantes que acabam fazendo toda a diferença, obrigado pela aula David.

    ResponderExcluir
  2. mlk o cara manja msm se eu aprendesse a desenhar assim desenharia direto pq acho muito legal fazer desenhos criar desenhos q vem na sua cabeça mas não consigo e isso ta perfeito as sombras isso deixa o desenho mas realista AI DAVI CALIL VC É FERA VC É D+ CARA PARABÉNS!!!!

    ResponderExcluir
  3. Muito legallllllllllllllllll,vc ensina rapidamente e um modo simples.
    parabénss.

    ResponderExcluir
  4. Anônimo5:33 PM

    parabens esta expetagular

    ResponderExcluir
  5. Anônimo10:59 AM

    ola bom dia, tenho um filho de 16 anos eu pelo menso acho que ele desenha muito bem, e gostaria de coloca-lo em um curso , e ai vai saber se teremos um ótimo profissional
    aguardo resposta aonde devo ir para me informar
    desde ja agradeço

    ResponderExcluir
  6. Anônimo9:06 AM

    aaaaaaaaaa qqqqqq besteira!!!!!!!!!! rsrsrsrsrsrsrsrsrs to bricando e super enterecante gostei shol

    ResponderExcluir
  7. Anônimo7:39 PM

    nb shol se escreve "show"

    gostei muito do desenho

    ResponderExcluir